Ads Top

A mãe cega que pôde enxergar o filho


Primeiramente, gostaríamos de parabenizar todas as mães nesse dia tão especial. O dia das mães precisa ser comemorado todos os dias, porém essa data anual é importante para reforçarmos toda a importância dessas mulheres que acordam cedo e dormem tarde fazendo malabarismo e transformano 24 horas em 48. Parabéns MÃES por serem tão guerreiras.


Para representarmos toda a força feminina, contaremos a história da Tatiana Guerra de 30 anos, cega desde seus 17 e grávida do Murilo. As consultas médicas, nas quais eram feitas as ultrassonografias eram angustiantes para a futura mãe que não podia ver o tão esperado filho. Graças a marca de fraudas Huggies e a nova tecnologia de impressão em 3D, Tatiana conseguiu "sentir" todos os detalhes do menino que aguarda em sua barriga o momento certo para nascer e encher de luz toda a família.

Confira abaixo o video da Huggies que conta a história da Tatiana:

Álisson Boeira

Fundador da Revistak7. Gaúcho que não gosta de churrasco e nem chimarrão. Apaixonado por todos os tipos de arte, principalmente as que causam arrepios na alma.

|@alissonfboeira

Tecnologia do Blogger.