Ads Top

Diferente, mas igual a todo mundo

Se tornar uma modelo de sucesso, é o sonho de milhares de garotas que lutam e sofrem a cada NÃO que recebem e comemoram a cada elogio. Porém, conseguir uma carreira nessa área, não é nada fácil e poucas conseguem trilhar um caminho satisfatório. Agora, imaginem se somarmos toda essa dificuldade com uma garota que possui esse sonho e  tem síndrome de Down.


Essa é Madeline Stuart, de 18 anos que precisa brigar e muito para conseguir ser reconhecida, em uma sociedade onde a beleza tem um padrão e os que não se encaixam nesse padrão, são considerados feios e estranhos. Recentemente, ela representou a marca australiana Living Dead, que ajuda na representação diversificada nas passarelas.

Além de todo o preconceito sofrido por possuir a síndrome, a jovem ainda tinha excesso de peso que a fazia não querer sonhar muito alto com a carreira, por medo de se decepcionar depois. Quando 20 kg foram perdidos, e ela ficou mais saudável, percebeu que poderia investir nesse mundo da moda.

"As pessoas com síndrome de Down podem fazer qualquer coisa, apenas precisam de oportunidades. Dê espaço a elas e verá que elas ficarão acima de qualquer expectativa", contou Rosanne, mãe de Madeline, ao DailyMail.









Álisson Boeira

Fundador da Revistak7. Gaúcho que não gosta de churrasco e nem chimarrão. Apaixonado por todos os tipos de arte, principalmente as que causam arrepios na alma.

|@alissonfboeira

Tecnologia do Blogger.