Ads Top

Dor e angústia nos retratos de Edward Honaker

O norte-americano Edward Honaker sofreu com depressão por vários anos de sua vida e encontrou na fotografia uma maneira de libertar-se de toda angústia e tristeza que sentia. "Tudo o que eu sei é que comecei a ser ruim em coisas em que costumava ser bom e não sabia o porquê", contou o rapaz de 21 anos em entrevista ao Huffington Post.

Seus retratos são carregados de muita energia e expressam dor, angústia, desespero e medo, além de mostrar a outras pessoas depressivas que elas não estão passando por isso sozinhas. "Sua mente é quem você é e é assustador quando ela não funciona de forma adequada", disse.

"Eu penso que uma boa maneira de acabar com o estigma que há em torno das doenças mentais é estar disponível para os outros que sofrem com elas. Você nunca sabe pelo que os outros estão passando, então tudo o que você pode fazer é ser bondoso e não julgar", contou Edward.




















Álisson Boeira

Fundador da Revistak7. Gaúcho que não gosta de churrasco e nem chimarrão. Apaixonado por todos os tipos de arte, principalmente as que causam arrepios na alma.

|@alissonfboeira

Tecnologia do Blogger.