Ads Top

A modelo que cansou de ser "perfeita"

Essena O’Neill, é uma modelo australiana de 18 anos, que desde os 16, ganha dinheiro modelando para grandes marcas em seu perfil no Instagram, que conta com mais 800 mil seguidores. Recentemente, a jovem resolveu mudar drasticamente, e revelar toda a farsa escondida em suas fotos "perfeitas".

Todos os mais de 2000 mil posts foram apagados e sua conta foi renomeada para "Social Media Is Not Real Life". A modelo vem repostando as antigas fotos, mas dessa vez, com legendas sinceras, contando o que realmente acontecia.

"Sem perceber acabei gastando a maior parte da minha adolescência viciada em redes sociais, esperando a aprovação das pessoas, vivendo do status e de minha aparência física", contou em um de seus posts.

Além disso, ela criou o site Let’s Be Game Changers, onde compartilha assuntos interessantes como arte, fotografia, livros e questões ambientais. Com a nova imagem, a modelo conquista a cada dia, novos admiradores, cansados do "padrão de beleza" imposto pela sociedade. 

Confira abaixo:  

 "NÃO É REAL - precisei de mais de 100 poses similares para minha barriga aparecer perfeita na foto. Eu mal tinha comido aquele dia. Eu gritei com minha irmã para que ela continuasse tirando fotos até que eu achasse alguma perfeita. "

  "Eu tive acne aqui. Isso é muita maquiagem. Eu estava sorrindo porque eu achei que ficava bonita assim. A felicidade baseada em pura estética provavelmente sufocará você aqui na terra.”

 "A única coisa que fez eu me sentir bem nesse dia foi esta foto. Deprimente... Ter um corpo perfeito não é tudo que um ser humano é capaz."

 "Eu paguei por essa foto. Se você se encontrar procurando "meninas do Instagram" desejando que sua vida fosse igual à delas, perceba que você está vendo apenas o que você quer. Se elas estiverem tageando algumas empresas em suas fotos, tenha certeza quem 99% das vezes elas estão sendo pagas para isso. Não existe nada errado em dar apoio para marcas que você gosta ou apóia. Mas não tem propósito em forçar um sorriso, usar roupas curtas e ser paga para 'ser bonita'. Nossa geração que consome por consumir, sem pensar de onde veio e para onde vai."

  "Fui paga em 400 dólares para postar esse vestido. Isso foi quando eu tinha cerca de 150k de seguidores. Com meio milhão de seguidores, eu conheço diversas marcas (com orçamentos gigantes) que pagam 2k por post. Não vejo nada de errado em aceitar convites de marcas, mas eu acho que isso deveria ser avisado. REDES SOCIAIS NÃO SÃO REAIS é o meu ponto. Esteja ciente do que as pessoas promovem e quais os interesses por trás das fotos."

  "NÃO É REAL - Eu não paguei por esse vestido, custaram muitas fotos tentando parecer bonita no Instagram."


via 

Álisson Boeira

Fundador da Revistak7. Gaúcho, que vive no Mundo da Lua, e que não gosta de churrasco e nem chimarrão.

|@alissonfboeira

Tecnologia do Blogger.