Ads Top

Uma história de Sarajevo: O pós-guerra em quadrinhos



A Guerra da Bósnia aconteceu entre 1992 e 1995,  em função de uma complexa combinação de fatores envolvendo grupos étnicos e religiosos típicos da região. A disputa entre sérvios cristãos ortodoxos, croatas católicos romanos e bósnios muçulmanos  deixou um rastro de aproximadamente 200 mil vítimas. 

Ao final do conflito, o jornalista freelancer Joe Sacco chega na capital Sarajevo determinado a obter informações sobre o ocorrido, sendo instruído a procurar um homem chamado Neven. Depois de estabelecida uma relação de amizade entre eles, o ex-participante de um dos grupos paramilitares locais começa a lhe contar histórias que ele protagonizou e testemunhou durante aquele período.


O quadrinista usa de flashbacks para contar o passado de alguns dos envolvidos, informando os leitores a respeito de suas respectivas trajetórias pessoais que  contribuem para que possamos entender algumas atitudes, sejam elas justificáveis ou não.

O autor comenta também algumas situações interessantes, como o fato de que a mídia só se interessa pela guerra enquanto ela está acontecendo, ignorando completamente a dura situação dos sobreviventes. Além disso, vários líderes das milícias organizadas são egressos do sistema penitenciário com tendências violentas e praticamente nenhum escrúpulo, usando espólios da guerra para o seu próprio interesse e recebendo das elites abastadas para fornecer proteção especial.

Além de analisar o conflito armado, ele dedica uma atenção especial aos remanescentes, pessoas sem rumo definido que precisam se recompor física e emocionalmente após presenciar todo tipo de chacina e destruição imaginável. Fantasmas vivos de um conflito sem vencedores, condenados a vagar pelos destroços e imortalizados na obra em questão. 
 

Gilson Pessoa

Escritor e poeta formado em jornalismo pela UFJF. Mineiro nerd, nostálgico e sonhador, apaixonado por literatura e cinema.

|@Gilson106

Tecnologia do Blogger.