Ads Top

A instabilidade da matéria em Breaking Bad


Antoine Lavoisier, considerado o pai da química moderna, afirmava que “Na Natureza nada se cria, nada se perde, tudo se transforma.” O princípio da conservação da matéria demonstra que os elementos estão em estado de constante mutação, alterando suas configurações e propósitos, especialmente se combinados a outros compostos.

O ser humano é uma espécie que está em constante mutação comportamental, construindo seus ideais a partir de situações que vivencia. Cada momento sugere uma reação que pode ou não ser a mais adequada, refletindo dessa forma o princípio de que muitas vezes os fins justificam os meios.

Quando alguém cede à pressão e termina fazendo algo condenável, corre o sério risco de acabar se tornando a imagem de algo que nunca imaginaria ser.

Criada por Vince Gilligan e exibida no canal AMC, a série em questão acompanha a trajetória de Walter White, um pacato professor colegial de Química que complementa seu orçamento trabalhando num lava-jato.


Após desmaiar em serviço é levado para um hospital onde descobre que está com um câncer de pulmão inoperável e a quimioterapia apenas lhe dará mais alguns anos de vida.

Desesperado, ele começa a sondar o trabalho de seu cunhado, um policial no departamento de narcóticos, para se informar melhor a respeito dos laboratórios de metanfetamina, pois tem a distorcida ideia de começar a fabricar para vender e assim poder deixar uma boa pensão para a esposa grávida e o filho deficiente.

Quando descobre que um de seus ex-alunos está neste ramo e perdeu parceiro com laboratório numa batida policial, resolve se unir a ele, já que o garoto tem um número considerável de contatos para venda da droga.

Os conhecimentos de química do protagonista o colocam numa posição privilegiada perante a concorrência, porque ele consegue produzir uma droga cem por cento pura, já que está familiarizado com a natureza dos elementos e como eles reagem entre si. Isso também permite que ele produza bombas em situações de emergência, surpreendendo seus adversários quando preciso.

Adotando a alcunha de Heisenberg, ele gradativamente vai se tornando o grande antagonista de seu cunhado, que desconhece a verdadeira identidade do bandido que procura.


É interessante perceber a lenta metamorfose de Walter, que deixa de ser submisso para assumir o controle de sua própria vida, impondo suas vontades e defendendo seus entes queridos quando necessário. O vislumbre da própria mortalidade desperta uma nova perspectiva das coisas, fazendo com que ele se sinta mais vivo e atento aos pequenos detalhes em sua vida.

Vale comentar ainda que o protagonista acaba se transformando em uma figura paterna para o jovem Jesse Pinkman, guardando o dinheiro de seu parceiro no crime até que ele tenha responsabilidade para usá-lo corretamente.
A série também traça um curioso paralelo entre as propriedades dos elementos químicos e o comportamento humano, ilustrando como estamos sujeitos à imprevisibilidade dos acontecimentos, voláteis como reagentes num tubo de ensaio.

Breaking Bad terminou em sua quinta temporada e atualmente todos os episódios estão disponíveis na Netflix. A incrível história de um homem moribundo que buscou se reinventar e acabou se tornando um elemento original e explosivo que ele nunca teria calculado.

Gilson Pessoa

Escritor e poeta formado em jornalismo pela UFJF. Mineiro nerd, nostálgico e sonhador, apaixonado por literatura e cinema.

|@Gilson106

Tecnologia do Blogger.