Ads Top

Pipocando: The Fundamentals of Caring


Em um mundo em que cada vez mais se é engolido pela rotina e falta de empatia, em que o homem se faz refém do próprio ego e em que a simplicidade das coisas belas são assassinadas de forma ligeira acaba sendo comum ao peito se prender em coisas tão rasas e medíocres. No cotidiano mais uma vez as mesmas coisas são impostas: queira ter, veja, clique, compre, isso tudo é englobado diante do reflexo de uma era escravizada pelo próprio umbigo, mutilada e talvez no fim das contas normal.
 
Perante toda essa reflexão, vez ou outra é fácil de se deparar com poesias, histórias de pessoas no bar e até mesmo com filmes que façam o coração florescer mais e o cérebro trabalhar em pensar nos gestos singelos que podem mudar uma vida, The Fundamentals of Caring é sobre isso, é sobre o amor (mas nada romantizado demais), é sobre amar viver, é sobre enxergar a vida além dos próprios pés e superar coisas que não libertam o corpo, e ah! óbvio: sobre aprender a seguir em frente.


O drama do Netflix dirigido por Rob Burnett é inspirado no livro The Revised Fundamentals of Caregiving do escritor Jonathan Evison que em uma época da sua vida viveu  essa história com um adolescente chamado Case Levenson. No filme, o escritor Benjamin deixa de lado seu trabalho com a arte da escrita para se dedicar a esquecer suas perdas pessoais, daí então, desempregado Ben cria uma vontade dentro de si de trabalhar cuidando de pessoas deficientes, por acaso, seu primeiro paciente é Trevor, um adolescente com humor ácido e peculiar que tem distrofia muscular, para muitos seria um problema cuidar de alguém como Trevor e para alguém como Ben, foi uma forma de renascer.

De um lado Trevor enxergando que a vida vai além de um canal de tv e rotinas metódicas, e do outro lado Ben aceitando coisas irreparáveis da vida e superando a culpa que carregava em si, pois como diria o próprio Nietzsche: O remorso da consciência é indecente.
 

Taia Daujotas

Aconteço, não sei caber nas palavras, mania de poexistir.

|@serendipidadeee

Tecnologia do Blogger.