Ads Top

A fotografia "marginal" de Donato Di Camillo

Como você aproveitaria seu tempo na cadeia se por algum motivo fosse preso? Para Donato Di Camillo essa é uma resposta fácil, aproveitaria lendo e aprendendo tudo sobre a arte de fotografar em livros de fotografia.

O artista autodidata de Nova York não conta qual o motivo que o levou para trás das grades, e na verdade isso nem importa, o importante mesmo é que agora ele sai por aí registrando pessoas que vivem à margem da sociedade.

"Quando criança eu presenciei coisas muito dramáticas. Eu vi meu amigo morrer quando ele tinha apenas nove anos, bem debaixo dos meus pés. Por volta de 1978, 1980, o Brooklyn era um lugar muito cruel de se viver. Eu tive que aprender rápido e usar os instintos da rua", conta.

Confira:


















Álisson Boeira

Fundador da Revistak7. Gaúcho que não gosta de churrasco e nem chimarrão. Apaixonado por todos os tipos de arte, principalmente as que causam arrepios na alma.

|@alissonfboeira

Tecnologia do Blogger.