Ads Top

Amazônia - Amor & Crime



Claro que toda vida criminosa possui um início e diversos podem ser os fatores que a motivam. Contudo, na maioria absoluta dos casos, um crime é sempre encetado com uma decisão: a de praticá-lo ou não. E é esta escolha que, quando não reavaliada, acaba acarretando uma avalanche de consequências negativas, descontroladas e, na maioria das vezes, fatais.

É o que expõe o livro “Amazônia – Amor & Crime”, de Floriano Almeida, editora Autografia, cujo enredo tem seu apogeu na Amazônia, com todo seu fascínio, embora tão cruelmente explorada pelo desmatamento.

A história começa na década de quarenta, no interior do Ceará, com o personagem Mauro, de família paupérrima, que decide recomeçar sua vida em outro estado. A partir daí é contada suas aventuras e desventuras até seu total assentamento no estado do Pará, na chamada Bacia Amazônica.


Mas o ápice de toda trama advém, mesmo, com seu filho, Juliano, um bem sucedido advogado, casado, que não teria motivo algum para se enveredar na vida do crime, mas que se deixa iludir pela alta grana oferecida por um grupo de malfeitores.

No outro dia, nas páginas policias do jornal “A CRÍTICA”, diário manauara, viam-se notas sobre um corpo que fora encontrado boiando nas águas do Rio Negro, (...). Presumia-se ter-se afogado enquanto tomava banho na praia da Ponta Negra.

 A proposta do livro é bem interessante. Além do cenário instigante e da trama dinâmica e imprevisível, existe como tônica a ideia de que um final trágico pode ser, por muitas vezes, o resultado direto de uma péssima escolha.

O livro encontra-se disponível no site da editora Autografia.

Andreia Marques

Escritora, poetisa, ilustradora e estudante de Filosofia. Carioca, aficionada por livros, filmes e séries.

|@contoseuconto

Tecnologia do Blogger.