Ads Top

Tunga: O cientista da arte



Antônio José de Barros Carvalho e Mello Mourão, conhecido como Tunga, um dos mais potentes criadores da arte contemporânea brasileira, morreu precocemente em junho passado. Escultor, desenhista, artista performático, foi o primeiro artista contemporâneo do mundo e brasileiro a ter uma obra exposta no Museu do Louvre em Paris.

Utilizava em suas esculturas e instalações materiais como correntes, fios elétricos, lâmpadas, feltro e borracha. Além disso, sua obra era carregada de simbolismo, com uso de ossos, crânios, dedais e agulhas. Tunga flertou com o surrealismo, e muitas vezes pareceu agir como um xamã ou um cientista para expressar sua arte.

Abaixo algumas obras do artista e trecho do documentário de Roberto Moreira, registra performance "100 Redes e Tralhas", realizada em plena Avenida Paulista.





                                                                        
Tecnologia do Blogger.