Ads Top

Andrey Zignnatto e recriações do espaço

O artista plástico Andrey Zignnatto, após breve incursão pela pintura em tela, encontrou em uma fábrica de tijolos o espaço para vivenciar um tempo “presente e disponível”, estando aberto às provocações do lugar. Mais do que matéria prima para produção das esculturas, Zignnatto percebe no tijolo o instrumento para manifestar uma intenção – sendo o processo criativo uma resposta poética às questões vivenciadas no ambiente.

Posteriormente ao trabalho “Territórios Forjados”, em seu ateliê o artista desenvolveu a série “Estudos para novas propostas de interpretações do espaço físico”. A mudança de lugar gerou nele considerável estranhamento sobre a proporção das obras, sendo a nova pesquisa baseada na alteração de instrumentos e mecanismos utilizados para mensurar objetos e espaços.   

A apropriação e a interferência em objetos apresentada por Zignnatto, ao subverter suas dimensões originais, propõe novas maneiras de observar e interagir com o mundo físico, questionando os padrões cartesianos e imaginando abordagens alternativas. Seguem, abaixo, algumas de suas obras.












Julia Messina

Escritora, estudante de Artes Visuais, mestre em Ciências Sociais. Carioca se aventurando em escaladas e ateliês de arte.

|@messina.ju

Tecnologia do Blogger.