Ads Top

Modo Aleatório | Eu Ligo o Rádio e... Blá, Blá, Blá


Eis aqui um apaixonado pelas baixas e medias frequências de transmissão em FM, sim senhores, sou saudosista e ainda um consumidor assíduo de rádio.

Orientado pelo traço genético do meu pai, especialista em construir transmissores de rádios FM, vivi boa parte da minha infância entre antenas, placas e diversas estações de rádios, vi vários artistas consagrados pedirem oportunidades em rádios comunitárias, rádios piratas e rádios de baixo alcance. 

Tive a oportunidade de ver momentos históricos com por exemplo, Mamonas Assassinas com seu projeto embrionário e totalmente desacreditado até cair na mão de Rick Bonnadio. De fato o rádio ainda é afetivamente ligado a mim e eu a ela.

Meu primeiro CD de rock veio das sobras de um incêndio de uma rádio, a primeira vez que vi os Racionais foi na porta de um estúdio que transmitia RAP na zona norte de SP, sim, são inúmeras histórias que são acessadas toda vez que é possível falar sobre o tema.

Entretanto, Lobão conseguiu me convencer, toda vez que sintonizo uma rádio hoje logo penso, “Ela adora me fazer de otário”. É impossível não se irritar com qualquer rádio hoje, até as melhores, até as mais tradicionais, até as mais clássicas, “Eu ligo o Rádio e Blá, Blá, Blá”.


A limitação de ideia, ritmo, conceito, a limitação de opiniões, a limitação de assunto! Não existe mais opções nas rádios, a grade é restrita a no máximo 50 músicas ... sim não é muito! Pensa em pelo menos 20 rádios que estão no ar 24h por dia, que pelo menos 18h são de músicas e que só 50 músicas em média estão sendo reproduzidas nessa mídia!

É uma ditadura midiática que privilegia a falta de opinião!

Ninguém canta sobre política, sobre o cotidiano, sobre filosofia, sobre o sertão, sobre viagens, sobre comida, sobre trânsito, sobre futebol, sobre humor! Só existe uma fórmula pra rádio, a galera entra na fórmula, produz, publica e consome, tudo a mesma coisa!

"Não dá pra controlar"!!! "Eu ligo o Rádio e Blá, blá, blá, blá, blá... eu te amo"!!!

Volta Lobão, escreve algo novo pelo amor de Deus! Me deixa continuar a cultivar meu amor pelo rádio, não me isole de novos assuntos, não me ataque com a lobotomia fonográfica da qual não aprecio!!!

Me deixa curtir uma FM em paz!



Filipe Nascimento

Uma mente moderna, porém mal acabada. Paulista, urbano, viajante, sempre embalado por uma trilha sonora que transita entre o rock e o hip hop, entre as referências e as novidades.

|@Filipedonasc

Tecnologia do Blogger.