Ads Top

Ele decidiu compartilhar fotos de sua transição de gênero para encorajar outras pessoas

Durante os primeiros 18 anos de sua vida, o músico e compositor Jaimie Wilson apresentava-se como mulher, mas escondia sua verdadeira natureza e isso o machuva muito. Após muitas dificuldades, ele submeteu-se a uma cirurgia de mudança de sexo, e resolveu compartilhar toda sua transformação na internet.


Por causa de sua feminilidade, os amigos e familiares demoraram para se convencerem que Jaimie na verdade era um homem, nascido em um corpo feminino. Com o tempo, ele foi conseguindo mostrar sua realidade as pessoas próximas, e, algumas delas, preferiram não o apoiá-lo."As pessoas se recusavam a acreditar que eu era um homem", conta.

"Não julgue um livro por sua capa. Estou mostrando essa imagem (de março de 2015 e março) para dizer que nem todo mundo tem que provar nada para mostrar que é transgênero. Você não tem que passar por um teste para provar que é trans. Você não precisa não precisa da aprovação dos outros, mas a sua própria. Esta vida é sobre se encontrar e se tornar você", escreveu em uma postagem no Instagram, onde publicou diversas fotos do seu antes e depois.


Sobre as fotos de antes e depois que viralizaram na internet, ele explica: "Quero que as pessoas vejam isso e que, não importa como alguns olham, você tem que ter coragem de dizer: ‘Eu sou transgênero’, ‘eu sou gay’, ‘eu sou bissexual’... Mostre-os e seja, porque os estereótipos precisam ser quebrados".

Jamie revela também que o dia que contou ao mundo que era um homem trans foi o melhor e o pior dia de sua vida. A partir daquele momento ele seria quem sempre quis ser, mas sabia que sua família poderia não aceitar isso muito bem.

"Sinto falta de ter minha família em minha vida. Sinto falta dos meus pais orgulhosos de mim. Mas você sabe o que eu não perco? Eu não perco mais noites batalhando contra meus sentimentos. Não sinto falta de esperar que todo mundo saia para vestir roupas masculinas, arrumar meu cabelo em um boné. E não sinto falta de me esconder".


Ao publicar o desafo no Instagram, Jamie sabia que poderia receber muitos comentários criticando sua transição, mas ele deixou bem claro que não ligaria para isso: "Eu tenho certeza que vou receber vários comentários de ódio neste post, mas eu não me importo. Minha família inteira já me rejeitou quando eu me assumi. Vocês realmente acham que os seus comentários de ódio irão me atingir. Eu acho que não. Não gostou? E só continuar baixando a barra de rolagem".







Álisson Boeira

Fundador da Revistak7. Gaúcho, que vive no Mundo da Lua, e que não gosta de churrasco e nem chimarrão.

|@alissonfboeira

Tecnologia do Blogger.