Ads Top

Na Lupa I O conflito interno de um boxeador em Touro Indomável

O boxe é um esporte onde a raiva ocasionalmente atua a favor ou contra o adversário, dependendo do poder de controle do pugilista sobre ela. Fatores externos podem definir o resultado de uma luta se os envolvidos possuírem (ou não) o devido controle emocional e psicológico.

Grandes lutadores já tiveram sua história retratada no cinema porque esta forma de conflito pessoal sempre rende belíssimas histórias. Cada embate no ringue pode significar a ascensão ou queda de um ícone, mantendo o espectador interessado no desfecho de cada sequência que acontece nesse ambiente.

Ambientada em 1941, a seguinte película acompanha a trajetória de Jake La Motta, boxeador paranóico e teimoso que sempre teve o apoio de seu irmão Joey durante toda a sua carreira. Seu temperamento explosivo com os oponentes lhe rendeu o apelido de “Touro do Bronx”,sempre determinado a conseguir aquilo que deseja.


O relacionamento do protagonista com a bela Vickie mostra como o ciúme lhe corroeu a ponto de comprometer seu romance com ela. Um envolvimento onde ele oscila entre uma devoção profunda e um controle machista do comportamento da moça, dizendo a ela quando abrir a boca ou a quem se dirigir, sufocando-a.

A montagem do cineasta Martin Scorsese retrata com eficiência o fosso emocional que Jake vai gradativamente cavando ao seu redor, isolando todos aqueles que ama, tamanha é a sua insegurança e teimosia.

A projeção mostra ainda o jogo político do boxe nos bastidores, onde vitórias nada significam para o pugilista que não servir ao jogo de interesses de seus membros.

Outro ponto a ser comentado é a curiosa dinâmica fraternal. Joey cuida com extrema dedicação dos interesses do pugilista, trabalhando inclusive sua imagem em todo o cenário indiretamente ligado ao universo do esporte.

A escolha de rodar o filme em preto e branco foi mais que acertada, realçando o perfil dos personagens e seus dilemas pessoais. Este tipo de linguagem funciona também enclausurando o lutador em seu próprio universo, trancado pelo egoísmo e incerteza que o definem. As sequências coloridas dos vídeos caseiros criam um interessante contraste, fazendo referência a um momento de plena felicidade, sem qualquer tipo de transtorno


A jornada de um homem que lutou bravamente para alcançar o merecido sucesso e reconhecimento, sendo vitimado pelos demônios interiores que o fizeram questionar a lealdade daqueles próximos a ele.

O elenco traz as brilhantes performances de Cathy Moriarty, Joe Pesci e Robert De Niro com uma atuação que lhe rendeu o Oscar em 1981.

O filme é uma curiosa visão sobre a falta de perspectiva que surge quando o sucesso cria uma atmosfera demasiadamente confortável. A dúvida projeta o caminho da ruína, construindo temores nunca justificados que terminam minando os alicerces da consciência.


Gilson Pessoa

Escritor e poeta formado em jornalismo pela UFJF. Mineiro nerd, nostálgico e sonhador, apaixonado por literatura e cinema.

|@Gilson106

Tecnologia do Blogger.